POLPA MOLDADA

POLPA MOLDADA
Polpa Moldada

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

'Salvador irá implantar 40 estações de bicicleta até dezembro', diz secretário



 http://polpatec.blogspot.com.br 

CAPITAL RECEBERÁ SISTEMA DE COMPARTILHAMENTO A PARTIR DO DOMINGO (22).
POPULAÇÃO PODERÁ UTILIZAR SERVIÇO COM UM CUSTO ANUAL DE R$ 10; CONFIRA.



Sistema de aluguel de bicicletas tem novas estações em Porto Alegre (Foto: Anselmo Cunha/PMPA)Sistema de aluguel de bicicletas nas estações em
Porto Alegre; Salvador terá sistema parecido
(Foto: Anselmo Cunha/PMPA)
Salvador irá implantar o sistema de compartilhamento de bicicletas, que será iniciado a partir do domingo (22), data em que se comemora o Dia Mundial sem Carro.

O anúncio oficial foi feito nesta terça-feira (17) através de nota enviada pela prefeitura de Salvador, que informou que o programa será lançado publicamente no sábado (21), um dia antes da estreia prevista.
Segundo a prefeitura municipal, o investimento será realizado pela empresa Serttel, escolhida através de chamamento público, em parceria com o Itaú. A empresa já realiza o mesmo tipo de ação em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, Recife.
Segundo informações de Isaac Edington,  secretário do Escritório Municipal da Copa do Mundo da FIFA, além da implantação do sistema de bicicletas, a cidade ganhará também algumas ciclofaixas, sendo a primeira, implantada do Campo Grande ao Centro Histórico.
"No primeiro momento vamos implantar estações de bikes na Praça Castro Alves, na Piedade, no Campo Grande, no Porto da Barra e no Barravento. A primeira ciclo faixa vai ser do Campo Grande ao Centro e tem como objetivo valorizar o patrimônio turístico e cultural, além de inceitivar novos ciclistas da cidade. Até dezembro iremos implantar 40 estações de bikes, com 10 unidades cada", explica o secretário.

Bicicletas públicas são colocadas em pontos que recebem grande fluxo de pedestres, como o terminal Santo Antonio e São Paulo (Foto: Divulgação / URBES)Bicicletas públicasem São Paulo são colocadas em locais de grande fluxo de pessoas (Foto: Divulgação / URBES)
As iniciativas de mobilidade urbana envolvendo investimentos para circuitos de bicicleta é um dos motes do Movimento Mobicidade, que reúne um grupo de ativistas em prol da utilização da bicicleta como transporte. Questionados sobre o investimento da prefeitura, Pablo Florentino, um dos representantes do grupo falou ao G1.
"É uma medida ainda tímida, mas que com certeza passa a criar outro tipo de consciência sobre o uso das ruas e o compartilhamento das mesmas. Talvez seja um processo de mudança cultural para o soteropolitano que esteja sendo iniciado, alterando a forma como o mesmo enxerga as bicicletas nas ruas. Mudanças de hábito e de paradigmas geralmente levam tempo e exigem muito esforço de órgãos responsáveis e sociedade", disse Florentino.
Investimentos
De acordo com informações da prefeitura, o sistema público de bicicletas compartilhadas irá instalar estações inteligentes em locais estratégicos da cidade. Essas estações estarão concectadas através de operação wireless, que serão alimentadas através de energia solar.

O usuário deverá arcar com o credenciamento anual no valor de R$ 10. O credenciamento poderá ser feito no próprio domingo na estação, ou em sites, que ainda serão distribuídos pela prefeitura. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário