POLPA MOLDADA

POLPA MOLDADA
Polpa Moldada

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Marcas de roupas famosas investem em moda sustentável; Tendência ganha força no mercado


 http://polpatec.blogspot.com.br 

 http://come52671.wix.com/polpatec

Marcas de roupas famosas investem em moda sustentável; Tendência ganha força no mercado

Tendência de moda sustentável ganha força e marcas de roupas famosas investem no mercado! As pessoas famosas têm abraçado a causa e tornado a ideia cada vez mais forte, seja entre celebridades, ou mesmo entre pessoas anônimas. Diante disso, a moda verde, também chamada de ecomoda, já tem invadido as passarelas e o dia-a-dia de muita gente, sendo uma das tendências que mais ganham força no mercado na atualidade.


A grande sacada do mercado fashion no momento é fazer do mundo da moda feminina um negócio mais sustentável, ou seja, trabalhar  peças de roupas pensando sempre nos benefícios que estas podem trazer à natureza. A estilista britânica Stella McCartney, filha do ex-Beatle Paul McCartney, e que já trabalho em grifes como Gucci, Tom Ford e atualmente assumiu o lugar de Karl Lagerfeld na direção criativa da Chloé, é uma das que já tem aderido à causa.
A estilista Stella é uma vegetaria e defensora dos direitos dos animais, por essa razão ela não quis sequer fazer lançamento de peças feitas com lã sustentável da Patagônia, por outro lado, porém, ela criou acessórios feitos com madeiras que nomeadamente respeitam as regras de exploração de florestas. A estilista intitula-se uma ‘eco-guerreira’, nome usado por ela para denotar quem luta contra a caça animal para fins comerciais e a favor de causas ambientais em geral. Ela é também uma das fiéis defensoras da causa da segunda sem carne.

H&M e a moda sustentável

A H&M, que é uma rede sueca de Fast Fashion, também decidiu aderir à tendência da ‘moda verde’, nesse ano a marca lançou sua coleção eco-friendly. A atitude da marca não só provou que as grandes grifes da moda podem criar peças sustentáveis, como também serviu de exemplo para que outras marcas igualmente gabaritadas possam explorar mais a fundo essa vertente. Na nova coleção da grife, as peças foram criadas com tecidos sustentáveis, sem agrotóxicos que naturalmente são prejudiciais ao meio ambiente.

Gisele Bündchen e outras celebridades abraçam a causa da moda sustentável

Conforme já mencionado, não são apenas as grandes grifes que estão abraçando a causa da sustentabilidade. A modelo Gisele Bündchen, por exemplo, já demonstrou enorme interesse pela causa, afirmando inclusive que trabalhos manuais podem ser luxuosos. Inserida nesse contexto, a top Brasileira foi recentemente a um evento de defesa da conservação das florestas usando um belo vestido sustentável, a peça, feita à mão e tingida com plantas, é assinada estilista Jeff Garner.
Jeff Garner procura conciliar a moda sustentável usando tintas orgânicas que são extraídas de plantas, lã de garrafa reciclada e fios naturais como linho e cânhamo. Miley CyrusCameron Diaz e Sheryl Crow são algumas das famosas que já foram vistas com peças do estilista.

Grifes nacionais apostam na moda sustentável

Ficamos felizes em informar que você está equivocada se pensa que a moda verde está sendo produzida apenas no exterior, felizmente existem marcas que já exploram a tendência no Brasil.
Oskar Metsavaht, que criou a marca carioca Osklen, chegou a ser reconhecido como criador do futuro, por ter criado a moda sustentável no Brasil, pelo que, acabou ganhando o mundo, sendo inclusive reconhecido e elogiado pela ONG WWF (World Wide Fund for Nature), do Reino Unido.
O trabalho feito também foi reconhecido por Anna Wintour, da Vogue, que sendo uma das editoras de moda mais conhecidas do mundo, levou Osklen a um evento de luxo sobre moda sustentável.

Moda sustentável, o que é exatamente?

Agora que já falamos de forma ampla sobre o cenário da moda sustentável, você pode estar se perguntando sobre o que exatamente seria essa moda e sobre o que ela abrange. Pois bem, decidimos listar alguns dos pontos que definem esse tipo de moda.

Veja o que é moda sustentável [ou ecológica] de acordo com especialistas

Segundo consultores de moda, a sustentabilidade do mundo fashion se divide basicamente em quatro esferas, sendo elas a social, a cultural, a ecológica e a econômica. A definição de cada uma delas você confere a seguir.
Social – A moda que tem uma ligação com o consumidor, se preocupando com toda questão do pré-consumo, ou seja, quem criou, onde criou, e quais foram as condições para a criação.
Cultural – Que tem ligação com as raízes e origens das criações.
Ecológico – Que é feito de maneira a provocar o menor impacto negativo possível no meio ambiente.
Econômica – Deve ter uma geração de renda para o desenvolvimento local.
De acordo com os consultores, quem deseja realmente ser um eco-friendly deve ser o tipo de consumidor curioso, que sempre pergunta sobre quem criou, onde criou, e quando a peça foi criada. Na opinião deles, só assim é possível ter certeza se de fato um determinado produto é sustentável.

Ser sustentável tem seu preço

Apesar de muitas marcas estarem investindo na vertente de moda ecológica, o maior desafio que a vertente ainda enfrenta diz respeito ao custo da produção das peças sustentáveis, o que geralmente acaba atribuindo valor elevado às peças. O fator que mais influencia nos altos custos é a ausência de benefícios fiscais para esse tipo de produção, além do fato de toda inovação geralmente vir cercada de custos elevados. Resta agora aos consumidores, torcer para que as empresas consigam manter suas metas e possam continuar oferecendo esse tipo de produto ao mercado, a natureza agradece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário