POLPA MOLDADA

POLPA MOLDADA
Polpa Moldada

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Dia Mundial do Meio Ambiente

Dia do Meio Ambiente inspira ações no Vale do Itapocu

Palestras, oficinas, trilhas sensoriais e exposições foram preparadas para marcar a data, comemorada nesta quinta-feira

Dia do Meio Ambiente inspira ações no Vale do Itapocu Djonathan Cisz/divulgação
Livro gigante foi uma das atrações na Semana do Meio Ambiente de MassarandubaFoto: Djonathan Cisz / divulgação

Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta quinta-feira, inspirou ações de conscientização no Vale do Itapocu. Em Jaraguá do Sul, o tema extrapolou o dia 5 de junho, ganhando um mês inteiro de destaque. A Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente (Fujama) é a responsável pela programação, que começou no dia 2 de junho e vai até o dia 28 deste mês. Para marcar a data oficial, a Fujama fará distribuição de mudas ao longo da quinta-feira. Serão entregues mil mudas, a partir das 9 horas.
Ainda nesta quinta-feira, a Escola Waldemar Schmitz terá uma exposição sobre as árvores existentes em Jaraguá do Sul, com o objetivo de apresentar as espécies vegetais da região. No Museu Emílio da Silva, uma exposição orienta sobre a importância das práticas de preservação ambiental.
Ao longo do mês, as escolas Professor Francisco Solamon, Márcio Klinkoski, Erich Blosfeld e Waldemar Schmitz, assim como o Centro de Atenção Psicossocial (Caps), o Condomínio Ester Menel e a Faculdade Anhanguera recebem palestras sobre meio ambiente, a importância de reciclar e a função da Fujama. Por fim, de 16 a 18 de junho, a Prefeitura sedia uma oficina em que os visitantes devem desenvolver uma percepção diferenciada da natureza utilizando os cinco sentidos.
As escolas também contam com ações internas. Na Escola Ana Duwe, por exemplo, os alunos do 6º ao 9º ano assistiram a vídeos e trabalharam com conteúdos relativos ao meio ambiente. Nesta quinta-feira, as turmas fazem uma parada no ginásio da escola.
Lá, eles acompanham um comparativo entre as previsões feitas nas primeiras décadas dos anos 1900 sobre como seriam os anos 2000, e a realidade vivenciada atualmente. Já as turmas de 4º ano realizaram atividade na tarde de ontem: uma visita guiada ao Parque Malwee, conhecendo as espécies vegetais do local.
Entrega de mudas e palestras
Em Corupá, a programação dura uma semana. Na segunda-feira, foi dia de distribuição de mudas. Na terça-feira, uma blitz ecológica entregava tanto mudas quanto materiais informativos e sacos de lixo para carros. Na quinta-feira, uma equipe da Prefeitura vai a Joinville a fim de ministrar palestras para a Polícia Militar Ambiental.
A viagem é uma troca de serviços: a Polícia Ambiental realiza semanalmente atividades educativas em Corupá. A cada semana, três turmas de escolas da cidade participam das ações. Nesta semana, o programa foi uma caminhada noturna na Rota das Cachoeiras. A programação encerra-se na sexta-feira, novamente com entrega de mudas na avenida Getúlio Vargas.
Já Guaramirim apostou no público jovem. A Fundação do Meio Ambiente realiza uma série de palestras ao longo da semana em cinco escolas da cidade. Os temas inovaram, seguindo debates atuais: serão abordados o tratamento de encostas, a construção irregular e o planejamento urbano. O novo Código Florestal também entra na pauta, embasando as palestras.
Semana do Meio Ambiente
Em Massaranduba, a semana ganhou atenção especial e uma grande atração. Literalmente. Um livro gigante, que mede 2,5 metros por 1,5 metro, foi exposto e utilizado para contação de histórias. Todo feito de sucata, o livro conta a história A Partilha e foi feito pelo Centro Cultural da Vila Itoupava, de Blumenau. Da parceria também veio uma exposição de brinquedos feitos a partir de materiais reciclados.
Além da grande atração, a Prefeitura investiu na criação de um espetáculo para os sentidos. O Pesque e Pague Recanto das Águas, no bairro Patrimônio, serviu de espaço para a criação de uma trilha sensorial. Em 500 metros, os visitantes são confrontados, primeiramente, com uma visão de má conservação ambiental, e então com uma área plena de preservação e vida.
Segundo o coordenador de educação ambiental da Prefeitura, Djonathan Cisz, o objetivo é mexer com os sentidos, ressaltando a importância da preservação. A tribo Tiaraju, de Araquari, é parceira da ação e estará presente nos dois dias de evento. A trilha está aberta para os visitantes na quinta e na sexta-feira. A entrada é gratuita e o horário de visitação é das 8h30 às 11h30 e das 13 às 16 horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário